Parceria contribui para a qualidade da educação em Cariacica

A rede municipal de ensino de Cariacica vai contar com o reforço de 30 novos professores, vindos de diferentes partes do Brasil, por meio de uma parceria com a ONG Ensina Brasil. Os Ensinas – como são chamados os integrantes dessa organização – foram recebidos em uma café da manhã de boas vindas realizado no Espaço Memória do Grupo Águia Branca, nesta segunda, 4 de fevereiro.

Com o apoio do Núcleo de Educação do Espírito Santo em Ação, Cariacica se destaca – ao lado de Petrolina e Caruaru, ambos em Pernambuco – como um dos primeiros municípios do País a aderir ao projeto desenvolvido pela ONG, que já atua na rede estadual capixaba com o objetivo de desenvolver lideranças e transformar a educação.

“Parabenizamos esses novos professores pela coragem de sair de suas cidades e vir nos ajudar a construir um futuro melhor para Cariacica, por meio da educação”, saudou o vice-prefeito de Cariacica, Nilton Basílio.

Os novos professores vão atuar em escolas situadas em áreas consideradas de alta vulnerabilidade social, como salientou o secretário municipal de Educação, José Roberto Martins Aguiar. “Os professores vão encontrar desafios e batalhas no dia a dia nas escolas. Mas com foco, determinação e empatia serão capazes de agregar valor às comunidades em que estarão inseridos, mudando a realidade de crianças e jovens nessas áreas”, afirmou.

Esse papel a ser desenvolvido pelos professores também foi abordado pelo coordenador regional do Ensina Brasil, André Mariano. “Os professores não vão trabalhar para a comunidade. Eles vão trabalhar juntos à comunidade, em parceria”.

Participaram do encontro o vice-prefeito, Nilton Basílio, o secretário de Educação, José Roberto Martins Aguiar, a equipe técnica da secretaria, o presidente do Espírito Santo em Ação Luiz Wagner Chieppe e o presidente da Associação Empresarial de Cariacica – AEC, Dácio Ferreira.

ENSINA BRASIL

ONG nacional, o Ensina Brasil foi lançado em 2017 com atividades no Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. No ano passado, expandiu para Pernambuco (Caruaru) e Espírito Santo (Grande Vitória).

Para formar os “ensinas”, a equipe da ONG recruta e seleciona jovens comprometidos com a transformação social. E uma vez selecionado, esse grupo passa por uma formação inicial de 250 horas – primeiro passam por um “intensivão” de quatro semanas, com aulas presenciais, e completam a carga horária numa formação continuada para a licenciatura, no formato de ensino à distância (EAD).

Fonte: Site ES em Ação